O quarto do bebê é sempre composto por objetos fofos e que remetem a um universo lúdico e feliz. Os brinquedos devem fazer parte da decoração e o lado bom é que, além de ficarem bonitos, são sempre muito queridos pelas crianças. E uma das coisas que elas mais amam (e os adultos também mais gostam de presentear) são os bichos de pelúcia. No entanto, embora fofos e divertidos, eles não são tão inofensivos quanto parecem.

Além de exigir que sejam de boa procedência, os pais precisam estar atentos a todos os cuidados que eles requerem, especialmente para não trazer riscos à saúde dos bebês. Quer descobrir quais são os cuidados que você precisa ter com esses bichinhos? Então leia o texto a seguir e confira o que você deve fazer:

Realize a limpeza periodicamente

Fazer a limpeza é essencial para que a pelúcia não acumule ácaros e poeira. Além de água e sabão, existem produtos específicos para remoção de partículas de sujeira que podem causar alergia. Abrir a janela diariamente para que a luz do sol penetre e o ar circule também é fundamental. Fique atento a qualquer sinal como coceira no nariz, espirros, obstrução nasal, coriza, respiração pela boca, coceira nos olhinhos, entre outros.

Se seu filho for alérgico, é preciso redobrar os cuidados. Se houver chiado e tosse, o quadro pode ser pior: asma! Então, se esses sintomas forem frequentes, procure o seu pediatra de confiança e faça uma consulta.

Faça as escolhas adequadas

Muita gente simplesmente enche o quarto dos filhos com bichinhos de pelúcia, sem dar atenção para a quantidade ou os tipos. Além dessa prática contribuir para juntar poeira, ela nem sempre vai ser boa para o próprio bebê. O ideal é que no berço fique apenas o brinquedo de preferência do seu filho. E, mesmo na hora da diversão, é preciso parcimônia: alguns bichinhos que fazem sons ou têm cores vibrantes podem ser ótimos de manhã, mas um tremendo erro se a hora de dormir estiver se aproximando!

Troque quando possível

Um bichinho de pelúcia pode acumular até 300 mil ácaros em menos de um ano! Por isso, nada de sentimentalismos excessivos ou pena. Ficou velho? Substitua por um novo ou até por outro tipo de brinquedo.

Esses são alguns dos principais cuidados que precisam ser tomados com os bichinhos de pelúcia no quarto do seu filho. Eles podem ser um ótimo brinquedo se os pais estiverem atentos, mas também representam um grande perigo se não forem corretamente escolhidos e conservados. Siga nossas dicas e deixe seu bebê com uma saúde de ferro!

Está interessada? Você pode comprar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar ao topo